freepornfinder.net 2beeg.mobi pornolaba.mobi kompoz.me rajwap.xyz
doromon sexy video xxx javidol.org very hot full romantic xxx videos indian maid blowjob sexy video anybunny.mobi chudai video sexy picture wwe fucking video com liebelib.net kerala sex hot video s hidan cemara sexodus coming hd redwap.me samantha rone rimjob xxx video fat bbw bagal kondam freeindianporn.mobi xxx videos old barazzas

O Futuro do Hip Hop

FRANCISCO RAFAEL TEIXEIRA

O movimento: Cada vez mais o Hip Hop se expande dentro do quadro social e musical, no Brasil e no mundo. A abordagem crítica que certos artistas veem utilizando aos poucos, redireciona a música dentro do assunto principal de qualquer sociedade: A desigualdade. Nos EUA o artista Kendrick Lammar, ja colocou muita lenha na fogueira em algumas de suas músicas, abordando temas como racismo e abuso de autoridade, o que resultou nas ultimas semanas em intensas manifestações por todo o país. Um dos exemplos é a música “Damn“, single do seu ultimo lançamento que alem dos temas citados meche também com a igreja católica e chama U2 e Rihanna para “dar uma volta”.

As referências: O Hip Hop filho do Soul, neto do Jazz, sobrinho-neto do Funky e afilhado do Blues, surgiu de uma linhagem extremamente musical e contextual. A subcultura iniciada nos 70’s, trouxe a inclusão de um povo o qual estava cada vez mais sendo oprimido e esquecido na sociedade, por suas condições, sua cor e principalmente pela sua irreverência. Depois que os brancos norte-americanos conheceram e se introduziram, o Hip Hop nunca mais foi o mesmo.  Levando a cultura para o topo do entretenimento com Rapper’s como, Beastie Boys, Vanilla Ice e Eminem, o Hip Hop conseguiu quebrar – pelo ou menos por um breve instante – o preconceito e atingiu todas as classes e raças. Se tornando gradualmente um dos gêneros mais expressivos das ultimas décadas.

O Hip Hop e o Futuro: Artistas como Jay-z, Eminem, Kendrick Lamar e Kanye West, ja citaram o Hip Hop como o novo “Rock” do século atual. O Hip Hop se encontra hoje no topo das paradas e já pode ser considerado a música popular norte-americana. É claro que sempre existirão pros e contras. Algumas músicas dentro do gênero ainda são voltadas diretamente ao entretenimento, com músicas que incitam violência, tráfico de drogas, posse de armas e ostentação. O pessoal das quebradas mais sinistras dos EUA, da região de Atlanta (GA), são os que entendem bem do assunto. Porem, o maior impacto que o Hip Hop vem causando é a capacidade de aproximar diferentes culturas, pessoas que tem como escolha outros gêneros musicais – que acabam se contagiando com o Hip Hop – e também as novas gerações que apesar de ainda não entenderem bem do que se trata, enlouquecem com o ritmo da batida e seu estigma. O gênero veio pra ficar e cada vez mais se introduz como o ritmo futuro.